Fluindo Simples(mente)...

Vida, Amor, Arte, Poesia, Beleza e Natureza...
Compartilhando aquilo que nos toca o coração e ilumina a alma...
Sejam Bem Vindos (as) !!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

A Pausa...

"A pausa -
aquele silêncio comovente,
aquele silêncio eloquente,
aquele silêncio geometricamente progressivo
que geralmente atinge um efeito desejado
onde nenhuma combinação de palavras,
mesmo que sejam apropriadas,
poderia atingi-lo."
Mark Twain

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Futuro e Eternidade...

"Por que preocupar-se tanto com seu futuro
e estar tão pouco preocupado com a sua eternidade?
A grande pergunta não é qual será o meu futuro?
Ou qual será o futuro da humanidade ou o futuro da terra?
Tudo isso pode durar ainda alguns anos ou milênios,
e tudo pode parar de um momento para outro...

De todo modo, não se escapa à lei da entropia:
o mundo, tal como o vemos, está desaparecendo.
A grande pergunta é de preferência: qual será minha eternidade, o que fazer de minha vida que escapa ao tempo ou que resgata o tempo?
A inteireza não opõe os dois,
refere-se ao meu futuro e à minha eternidade."
Jean-Yves Leloup

sábado, 21 de abril de 2012

Instantes...

Como posso te ter
se estamos de passagem?

Como posso te ver,
te ouvir, te sentir
Se o tempo corre e nos perde
nos perdemos nele
e ele em nós?

Como é possível que as palavras te alcancem
te toquem
te emocionem
Se quando as digo, já perdi
Se quando penso no que vou dizer,
já foi?

Que tempo é esse que nos rouba de nós mesmos
e num piscar de olhos
onde está você?
Onde estou eu?
E nós, onde foi parar?

Tempo vivo é esse que passa por nós,
um instante passageiro que nos obriga a colher,
Colher o presente que ele mesmo trás,
Colher a brisa e as maçãs,
Colher o bem-te-vi na árvore
os pássaros em voo
e o seu beijo suave...

Tempo nos envia cartas de amor
e no remetente não coloca seu nome,
Já sabemos quem é.
Já experimentamos tantas vezes esse sentimento
que se tornou nosso,
uma sensação de pura presença passageira
e eterna...
É isso que o tempo é
e também nós,
Instantes...apenas...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Feridos de amor...

Tenha atenção aos corações que você toca
Corações são delicados,
Existem momentos de tamanha delicadeza
que até uma pluma fere
até um suspiro vira tempestade
e um olhar destrói uma alma..

Corações são sensíveis
choram
e se viram do avesso quando menos se espera.
Corações sangram em silencio
se despedaçam sem ninguém ver
buscam os cantos solitários
e se encolhem tanto, tanto
que se tornam invisíveis
só mesmo um outro coração pode enxergar...

Corações são sensíveis
profundos,
.Não deixam rastros da sua dor
mas estão feridos
feridos de amor...

domingo, 15 de abril de 2012

Poema Tibetano...

"Deus dorme em cada pedra.
Desperta em cada planta.
Move-se em cada animal.
Pensa em cada homem e
Ama em cada anjo.
Daí concluímos que devemos
tratar cada planta
como um animal querido.
Cada animal querido como um
ser humano, e todo ser humano
como Deus, pois nele vive
a centelha divina."
Poema Tibetano

sábado, 14 de abril de 2012

Alçando voo...

Deixei de lado as amarras
e decidi desfrutar
as belezas que a vida
teimava sempre em me dar..

Foram muitos momentos
em que as amarras venceram
fiz de tudo um pouco
mas sempre perdia o melhor
era o coração
a essência,
que chorava sem rumo
por aquelas amarras
que iam junto
as asas pesavam
não podiam voar...

Mas decidi que agora
as amarras se vão
nunca foram minhas
é fato,
mas quem as carregava,
era eu...

Desde que vi tudo isso
algo de fato mudou
hoje a vida é canção,
as asas são belas
o voo é pleno
e a alma é leve...

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Acolhimento em gestos...

Possam seus braços
acolher sem medida,
sem nenhum limite do gesto,
Todos aqueles que deles necessitam
Todas as almas sofridas
e que em nenhum lugar afeto recebem...

Possam seus olhos acolher
os corações partidos,
as vidas magoadas,
os caminhos perdidos...

Possa seu coração
ser luz que irradia,
ser calma que acalma,
ser simples,
ser são...

Que o mundo receba seu gesto
e nele se inspire e o amplie,
Que em cada instante pequenino
Braços, olhos, ser e coração sejam instrumentos
de acolhimento
aconchego
e perdão...

terça-feira, 10 de abril de 2012

Águas tranquilas, refletem...

"Ninguém consegue ver seu reflexo
em águas agitadas.
É somente em águas tranquilas
que conseguimos
Ver..."
Provérbio Taoísta

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Compaixão - Amma

"Uma pessoa compadecida não vê os erros dos outros.
Ela não vê as fraquezas das pessoas.
Ela não faz distinção entre as pessoas boas e más.
Quando alguém está repleto de Amor e compaixão, essa pessoa não pode traçar uma linha entre países, fés e religiões.

Ela não tem ego. Assim, não há medo, cobiça ou paixão.
Ela simplesmente perdoa e esquece.
Compaixão é como uma passagem.
Tudo passa por ela.
Nada pode ficar ali, porque onde há Amor genuíno e compaixão, não há apego.
Compaixão é Amor expressado em sua totalidade."
Amma Bhagavan

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Suprema Beatitude...

"Perdoa, Suprema Beatitude,
meu erro de considerar-me ínfimo e desgraçado.
Perdoa, Verdade suprema, o erro que me tem feito presa da mentira.
Perdoa, Infinitude, a "crença" que me tem limitado.
Perdoa, Vida, a minha crença da morte.
Perdoa, Paz, meu viver, que tem sido intranquilo.
Perdoa, plenitude, o vazio de quem se acredita incompleto.
Perdoa, Luz, que tenho sido a treva que tenho admitido ser.
Perdoa, Pai, por não poder dizer ainda que somos um só.

Mesmo assim, estarei presente sempre a afirmar:
Eu sou Tu,
Beatitude,
Verdade,
Infinitude,
Vida Eterna,
Plenitude
e Paz..."
Professor Hérmogenes em Yoga para Nervosos

terça-feira, 3 de abril de 2012

Aprender a cuidar...

Os passarinhos cuidam de seus filhotes com tanto amor...
Eles nos ensinam como o cuidar é importante
e belo,
e não importa o seu tamanho,
o cuidar é terno,
eterno é o cuidar...

Obrigada meu Deus por nos ensinar a cuidar como os passarinhos,
Obrigada por nos ensinar que o amor não se mede,
é generosidade,
e que o voo pode ser, não para si,
mas para o outro...

Fotos Flickr

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Sabedoria dos sabiás...

Desejei que a vida fosse assim
um canto eterno
como cantam os sabiás...
Pela manhã já despertos, brincam
e ao logo do dia cantam, voam
e saboreiam as delicias do momento....

Desejei que a vida tivesse sabor de quero mais,
brilho de amigos que se encontram,
corações amorosos que se entrelaçam,
apertos de mãos sinceros,
olhares francos,
sorrisos...

Mas ainda encontro algumas lágrimas,
saudade, desejo,
ainda encontro alguns medos
e noites vazias também...

A vida é o que nos surpreende,
além, sempre sempre além...
Ela não nos responde diretamente,
mas nos aponta caminhos sutis,
que precisamos decifrar
com amor...

Os sabiás sabem viver,
eu ainda estou aprendendo...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...